Todos os posts em: Relacionamentos e Sexualidade

Esquente seus dedos antes de me tocar

É engraçado como o oco úmido e quente das bocas foram feitos exatamente para o bico dos mamilos. Cheiro. Clara era muito ligada em cheiro. Era do tipo de mulher que se sentia especialmente feliz em dormir em roupa de cama nova, com perfume de sol. Deus tinha feito a pele dela macia, a boca macia, a língua doce. Ela conhecia o amor já. Tinha experimentado um bom número de homens na vida, sabia por onde gozava mais fácil, mais fundo, sabia fazer gozar. Quando conheceu o amor verdadeiro, soube logo assim que se deitou com ele. Fizeram amor quatro vezes seguidas. Às vezes quando uma pessoa ama muito a outra o pau não fica mole nunca, e fica-se excitado só de estar perto, respirando o mesmo ar. Eram amigos há uns anos já, Pedro e ela. Estavam profundamente bêbados quando se beijaram pela primeira vez. Clara jura ter visto estrelas, o que até hoje interpreta como um sinal de que em sua frente estava uma alma há muito tempo conhecida sua, que era previsto …

Sobre expectativas: a real é que a gente ainda espera um princípe encantado

Da última vez que eu pedi um namorado com sinceridade pra Deus, veio um cara maravilhoso, que cozinhava meu almoço antes deu ir trabalhar, passava creme em mim quando eu saía do banho (que saudade disso!) e lia Guimarães Rosa pra mim antes de dormir. Tava lembrando disso por quê agora tem mais de ano que eu tô solteira, e fico analisando os rolos que eu me meto, com uns caras do mesmo padrão, que só me fazem sofrer. Depois de ter passado por esse cara que quase beirava a perfeição (exceto pelo fato de que morava há 434 km de distância de mim nos últimos dois anos de relacionamento) eu quase que só me envolvi em treta errada. Depois desse último namorado, que era um amorzinho, eu passei a não sei por que motivo a rejeitar homens bonzinhos e só me interessar por aqueles com cara de mau. O padrão é o seguinte, eu olho entre as opções, e escolho aquele que tem uma seta vermelha neon flamejante piscando indicando PERIGO. Geralmente são homens muito …

Homens que só mascam na internet mas não tem coragem de chegar perto na vida real

Quando falamos que a forma de se relacionar, inclusive afetivamente, foi completamente revolucionada pelas novas tecnologias, não estamos falando unicamente do Tinder e outros aplicativos de pegação. Existimos na rede através de uma persona virtual, construída a partir da seleção do que achamos ser melhor em nós ou queremos mostrar aos outros. O que acontece na internet realmente afeta a “vida real”. Ou melhor, uma vez que hoje em dia essas esferas estão tão intimamente imbricadas (afinal dormimos e acordamos conectados) ainda faz sentido fazer essa distinção entre vida online e vida real? Um amigo, bem gatinho aliás, outro dia veio fazer graça comigo que me viu no Tinder, e falar como é engraçado encontrar conhecidos por lá. Também acho. Criei um Tinder mas nunca consegui usar direito. Às vezes passo as caras como num cardápio, só pra ver quê que tá rolando no “mercado”. Mas não consigo render conversa com ninguém e nunca saí com nenhum match. Gosto de gente diferente e única. Eu não sei se é por causa da localização, ou da …

O bloco dos bobos que ainda não aprendeu a separar sexo de amor

Sou do grupo de pessoas que acredita que a pele é o órgão mais erógeno do corpo. Prezo o toque, o cheiro, o gosto. Na época em que eu namorei a distância, mais do que o sexo em si, eu sentia falta do carinho e dos beijos na boca, coisas que dificilmente a masturbação é capaz de suprir. Sou chata e exigente na cama. Gozo fácil e acho que mereço gozar diversas vezes por noite. Justamente por isso, raramente vou pra cama com alguém que acabei de conhecer. Já aconteceu, é óbvio, e em algumas dessas vezes foi maravilhoso. Pessoas que senti uma conexão muito especial, aquela química louca e pá. Mas na maioria das vezes, só me deito com pessoas que eu sinto um algo a mais, uma conexão mais forte. Não tô ditando regra nenhuma, obviamente sou a favor da mulher agir conforme queira. Expresso um posicionamento bem pessoal que adoto hoje em dia, depois de já ter procedido de outras formas, ou seja, transado com uns boy nada a ver e vendo …

O ato sexual filmado por um outro ponto de vista… o da vagina! Assista:

Talvez esse vídeo não seja muito seguro para ser visto no trabalho. Em nome da ciência, dois parceiros sexuais tiveram pequenas câmeras anexadas à seus órgãos genitais, e então foram filmados na clássica posição papai-mamãe. À partir da pequena câmera posicionada no interior da vagina, os espectadores podem ter uma boa visão (interior) de como é quando o pênis entra, estimulando o clitóris e a parte frontal da parede uterina, onde o tal ponto G fica localizado. As outras câmeras, posicionadas no mamilo da mulher e no pênis do homem, possibilitam outras perspectivas dos efeitos do sexo no corpo. Enquanto tudo isso acontece, a mulher experimenta um orgasmo, que se anuncia de várias formas, incluindo contrações musculares e a sensação de sentir o coração batendo na vulva. Isso acontece como resposta à estimulação direta do clitóris. Tanto o clitóris como  a cabeça do pênis contém um grande número de terminações nervosas, que mandam informações sensoriais para o cérebro quando são estimulados, o que resulta na liberação de grandes quantidades de dopamina e oxitocina, hormônios responsáveis por aquela sensação …

O medo de não conseguir fazer juz ao amor do outro

Sou de Yemanjá e tudo na minha vida tende a parecer espelho. Quando fui ao fundo do poço por terem saído de um relacionamento comigo de uma maneira que considerei descuidadosa, encontrei um espelho. Me vi saindo de namoros de maneira leviana, ignorando sentimentos alheios. O reflexo foi doloroso, me mostrou hoje acontecendo comigo o que tinha feito há anos atrás a outros companheiros e amantes. Instant Karma, they say. Lei da ação e reação. Como julgar aquele menino se já tive sua idade e sua pressa? Como julgá-lo se eu mesma já tinha feito a mesma coisa um tempo antes? Se eu sei que o amor que tive à pessoas que já magoei inclusive é muito maior que os vacilos que eu dei, como não perdoar, se quero ser perdoada? A gente atrai o que a gente emana, a gente recebe o que a gente dá. A gente colhe o que planta, e quando a semente que a gente planta retorna à nossa mão em forma de fruto, a gente tem a oportunidade de …

Como aprender a identificar os sinais de uma cilada e sair fora ANTES de se machucar

“No início é tudo azul, no começo é muito bom! Ele liga, manda flores, recadinho, até bombom Diz que tá apaixonado e a gente cai na lábia Depois que dá uma foda, o filha da puta rala (É o pente-rala, é o pente-rala! Nós fogueta e mete o pé!) Não parei, mudei meu jeito, agora tu não reclama! Quer falar de amor, esquece; mas se quer fuder me chama Sabe por quê, mulherada? Princípe encantado nada, Eu aprendi vivendo a vida, que se foda o amor Eu vou pra putaria!” – Príncipe Encantado, Mulher Filé Era cilada e todo mundo sabia. Os sinais estavam ali desde o começo, ou melhor, desde o segundo ou terceiro semana mês, depois de passado aquele período inicial onde todos somos só flerte e delicadeza, mas você estava apaixonada demais pra perceber. Na verdade, talvez você até tenha notado que tinha alguma coisa estranha naquele comportamento possessivo, agressivo, ciumento ou manipulador dele, mas pra fazer aquele relacionamento dar certo preferiu inventar mil desculpas mirabolantes na sua cabeça para justificar as …

Notas sobre términos: Amar é, de quando em quando, rasgar o ego em vinte e seis mil pedacinhos

De vez em quando, principalmente quando tô passando por algum perrengue, gosto de vir ao blog e reler algum dos textos que eu mesma escrevi sobre relacionamentos amorosos. É massa rever meu ponto de vista, a linha de raciocínio, lembrar do que passou, de como meu coração estava na época, das lições que foram aprendidas. Acredito que os textos têm sim alguma sabedoria, mas se engana (e muito) quem a partir deles me lê como uma mulher calma e evoluída, blindada dos vermes da insegurança e do ciúmes. O que se passa é que na maioria das vezes que eu escrevo sobre temas como esses, o faço depois de um longo período de reflexão, no espaço-tempo de calmaria que sucede uma boa tempestade. A verdade é que apesar de saber que os budistas recomendam a eqüanimidade, e que ninguém completa a gente e que o verdadeiro amor reside dentro e etc, etc, etc… Vira e mexe eu ainda vou ao inferno e volto por causa do amor. É muito fácil falar de amor livre quando …

Lei da atração, karma e triângulos amorosos

//Antes de tudo, se você não está entendendo o que esse post faz num blog como esse, clique aqui// O Universo tem um senso de humor bem próprio, e admitamos, um tanto cruel (lembrando que a gente sempre colhe o que planta). Segundo a lei do Karma, na escola da vida as situações se repetem até que o aluno aprenda a lição, e assimilando a soma daquelas experiências consiga passar de fase e a partir de então não tenha mais que se subjugar à repetição cíclica de vivências dolorosas e similares. Pelo visto, os triângulos amorosos têm sido uma das ferramentas preferidas do Universo pra tirar uma onda com a nossa cara ensinar lições de amor e desapego. Ninguém está imune. Triângulo amoroso é o tipo da coisa que acontece nas melhores famílias, das pessoas mais safadas às de mais puro coração. Triângulos amorosos existem desde que o mundo é mundo, mas fico pensando o que muda nessa delicada configuração afetiva com o advento recente e massivo da bissexualidade. Nada é por acaso. Do pouco conhecimento espiritual que possuo, …

Kunyaza – ou a melhor siririca que você vai receber na vida – a técnica africana voltada para o prazer delas

Ilustração que abre a matéria: Carlo Giovani Kunyaza é uma técnica sexual desenvolvida e praticada principalmente na África Central (em algumas províncias da Ruanda, Congo, no Leste da Uganda e no Leste da Tanzânia) para promover poderosos orgasmos femininos em relações heterosexuais. Naturalmente não há nada que impeça mulheres homossexuais de praticar a técnica, só que como o Kama Sutra indiano, essa técnica foi desenvolvida (ou transmitida) como sendo uma prática entre homens e mulheres. Acredito que casais homossexuais femininos podem praticá-la trocando a glande do pênis pelos dedos ou algum outro objeto de estimulação. As dicas dadas também são preciosas para melhorar a masturbação, já que a técnica foca em alguns pontos principais que se estimulados podem levar sozinha a mulher ao orgasmo. 😉 Wet Sex A palavra Kunyaza, originária dos povos Rundi da Ruanda, é derivada do verbo kunyaàra que significa tanto 1) fazer xixi, quanto 2) o ato da ejaculação feminina decorrente da prática. No Kunyaza, a mulher costuma expelir um litro ou mais de líquidos vaginais, motivo pelo qual o termo pode significar …