Feminismo
Comentários 4

Com 12 mil likes, a página do blog Clitóris Livre é arbitrariamente deletada do Facebook

Sobre proibições de se dizer o que pensa

Aconteceu no começo do ano. Eu estava bloqueada há um mês de postar, curtir ou comentar qualquer coisa no Facebook por algo que tinha postado na página do blog, acho que um gif de uma ilustração (isso mesmo, um desenho!) de uma menininha de cabelos curtos que recebia um oral.

Passei o ano novo no interior de Minas, num pico lindo, e quando cheguei em casa me deparei com a notícia que a página tinha sido deletada por não estar de acordo com os valores da rede social. A página do Clitóris Livre, que agora refeita, conta 300 e poucas curtidas, antes de ser deletada tinha mais de doze mil.

tumblr_m8m5hlAM2Q1qizi55o1_500

À princípio eu não liguei muito, ou não tive reação, mas depois fiquei pensando nos significados simbólicos disso, e fiquei bolada. O Facebook que se diz à favor dos direitos dos gays e da liberdade do relacionar-se e o cacete, faz avatar de bandeirinha colorida e tudo o mais, é o mesmo que silencia uma mina que pretende falar de amor e das suas experiências como mulher.

Pergunto: Quem define os limites entre a pornografia e a arte? Por quê a imagem de uma mulher de fio dental rebolando às seis da tarde no intervalo do programa policial não choca, mas uma foto de peito de fora sim? Por quê só o ponto de vista masculino é levado em consideração tanto na construção do que é arte quanto do que é prazer, sensualidade e pior de tudo: do que significa o corpo?

tumblr_n9mz94qaCI1rjth9bo1_500

O silenciamento é lucrativo. Corpo, na visão deles um reles produto à serviço da publicidade e do consumo.

Enquanto mulher, meu corpo, minha existência e minha subjetividade são diminuídos de todas as maneiras possíveis, pela publicidade, pela cultura do medo e do estupro, do abuso, da subserviência afetiva, emocional, sexual, profissional, financeira e mais o diabo à quatro a que estamos condicionadas.

O decote ou a saia curta da mina da propaganda de cerveja são o jeito ideal de se ser sensual, o aceitável. O modo com que transam nos filmes pornôs é que é o gostoso. Querem que se conviva com a ultra-exposição e exploração do corpo feminino, mas sobre isso estou proibida de emitir opinião. Bom mesmo é que eu acate a visão masculina, com ela concorde, acate e faça exatamente daquele jeitinho.

– Gema, se possível, ainda que não esteja achando bom. Ele tem o ego frágil, se descobrir que você não está satisfeita, talvez comece a ter dúvidas se é mesmo tão bom de cama quanto acha que é.

tumblr_nhitezC2np1rw8imqo1_500

Na medida em que pelo menos metade da população mundial se encontra subjugada, a revolução de pensamento é inevitável. Os privilégios serão sim apontados, discutidos, rompidos. O futuro é feminino, já disse e repito. Se prepara por quê uma grande revolução de pensamento, muito além de ismos e movimentos institucionalizados, está aos poucos tomando forma.

Essa revolução passa pela retomada da soberania sobre o corpo e as escolhas (segurança e autonomia), e ao mesmo tempo por reassumir nosso poder de voz. Se não derem humildemente licença, algumas pirocas ditatoriais, pelo menos no campo simbólico, estão fadadas à poda.

tumblr_nge716oul81tmflr9o1_500

O Facebook, simulação de esfera pública, que na verdade nada mais é do que uma empresa, definitivamente está mais interessada no lucro do que na livre propagação de ideias.

A internet talvez não seja o melhor lugar pra pensar, mas de qualquer forma continuarei escrevendo, com a certeza de que agora com a exclusão da página os textos chegarão à muito menos pessoas. :/

Enfim, dá uma olhada no conteúdo do site e se tiver curtido e quiser receber as atualizações por e-mail se cadastra colocando seu e-mail no cantinho superior da direita.

Um beijo!

 

Anúncios
Este post foi publicado em: Feminismo

por

Jornalista, 26 anos. Uso criativo do pensamento e da palavra.

4 comentários

  1. Leio EU diz

    Não se deixe abalar! Facebook, assim como outras redes sociais, é modismo – um dia passa. A internet está aí para quebrarmos tabus e desevencilharmos o status quo das imposições dogmáticas do nosso dia-a-dia. Você faz um excelente trabalho com o blog! Que, inclusive, não encontrei pelo Facebook mas sim pela ideologia de pensamentos, pelas palavras-chaves!
    Escreva sempre com a verdade do seu corpo e a liberdade da imaginação!
    Não sou uma leitora, mas um leitor que acredita na complementaridade dos gêneros, transgêneros etc. Como homem, carrego em minhas veias o sangue de todas as mulheres e homens que morreram lutando por ideais de liberdade e foram subjugados pela massa doutrinada pela ignorância. Quem me dera poder sangrar para resgatar todas essas mentes bravas e somá-las às fileiras dos nossos contemporâneos!
    Que o clitóris se liberte mais a cada novo dia!
    Pois a força e a liberdade de todas que se tornaram, se tornam, e se tornarão mulheres é uma verdade. E somente a mentira precisa que acreditemos nela para existir.
    Parabéns, e longa vida ao clitoris livre!

    Curtir

  2. Facebook, Pinterest, Tumblr, VK e outras redes sociais estão aderindo a esta histeria/paranoia. eu até compreendo quando isto vem de um cristão carola, mas eu fico bolado quando o discurso vem de uma “feminista”.

    Curtir

  3. Samir Rangel diz

    Seria legal ter colocado a foto que causou o bloquio no Face!!

    De qualquer forma, lamento o ocorrido. Não se abale mesmo, siga em frente. Logo logo Nova página superará a antiga.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s