Relacionamentos e Sexualidade
Comentários 145

Kunyaza – ou a melhor siririca que você vai receber na vida – a técnica africana voltada para o prazer delas

Ilustração que abre a matéria: Carlo Giovani

Kunyaza é uma técnica sexual desenvolvida e praticada principalmente na África Central (em algumas províncias da Ruanda, Congo, no Leste da Uganda e no Leste da Tanzânia) para promover poderosos orgasmos femininos em relações heterosexuais.

Naturalmente não há nada que impeça mulheres homossexuais de praticar a técnica, só que como o Kama Sutra indiano, essa técnica foi desenvolvida (ou transmitida) como sendo uma prática entre homens e mulheres.

Acredito que casais homossexuais femininos podem praticá-la trocando a glande do pênis pelos dedos ou algum outro objeto de estimulação.

As dicas dadas também são preciosas para melhorar a masturbação, já que a técnica foca em alguns pontos principais que se estimulados podem levar sozinha a mulher ao orgasmo. 😉

Wet Sex

tumblr_nhjr610wxB1qipjsvo1_500

A palavra Kunyaza, originária dos povos Rundi da Ruanda, é derivada do verbo kunyaàra que significa tanto 1) fazer xixi, quanto 2) o ato da ejaculação feminina decorrente da prática.

No Kunyaza, a mulher costuma expelir um litro ou mais de líquidos vaginais, motivo pelo qual o termo pode significar também “sexo molhado”. Enquanto em Ruanda e Burundi, a técnica é chamada de Kunyaza; na Uganda ganha o nome de Kachabali.

A técnica é considerada uma prática tradicional da Ruanda, e o folclore popular sugere que ela remonte à Terceira Dinastia, quando uma rainha escolheu um guarda real para ter relações com ela, e este ficando muito nervoso com a “responsabilidade” acabou brochando, mas desenvolveu um método de satisfazê-la: friccionando a glande de seu pênis contra os grandes e pequenos lábios e também no clitóris da rainha.

tumblr_lgtb6v64aM1qap4cco1_1280

Técnica ancestral (e matriarcal)

As informações apresentadas nesse artigo são baseadas em dados coletados a partir de entrevistas com 58 mulheres da África Central realizadas pelo professor N. Bizimana (PHD) além de informações coletadas em seu livro “Le Secret de l’amour à l’Africaine” (Bizimana, 2008).

Segundo o professor Bizimana, o Kunyaza vem de uma longa tradição. Pessoas acima de 70 anos entrevistadas em 1986 pelo professor confirmam que seus avós já usavam a técnica, o que significa que a prática tem no mínimo 150 anos.

No kunyaza, a mulher é a rainha. Ela participa cooperando com seu parceiro escolhendo os estímulos que deseja receber e a intensidade do ritmo que será usado, assim como comunicando ao parceiro quais são as partes de sua vagina que respondem melhor aos estímulos.

tumblr_lyw8t62wMR1r4tl3bo1_500

O Kunyaza pode ser praticado em diferente posições. Os autores indicam a existência de posições tradicionais e modernas, essas últimas destinadas à pessoas das sociedades contemporâneas que são menos atléticas que seus ancestrais.

Como o Kunyaza é praticado?

O kunyaza possui pelo menos dois tipos de estimulação: a externa e a interna. Em ambas, o homem se esforça em estimular simultaneamente diferentes zonas erógenas femininas localizadas na região genital. Lembrando que todo nosso corpo é erógeno e carinhos em outras partes do corpo são mais do que bem vindos.

tumblr_nd3yzccqwq1tmw9vho1_500

Estimulação externa

Durante a prática mais simples do Kunyaza (a externa), o homem fricciona em ritmo contínuo o clitóris com a cabeça do seu membro ereto, o qual ele pode segurar com sua mão ou entre o dedo indicador e médio, movendo na mesma velocidade debaixo para cima ou de um lado para o outro, passando por toda a extensão da vulva.

Eventualmente, ele pode fazer movimentos circulares, tanto no sentido horário quanto anti-horário. O clitóris e os grandes e pequenos lábios também podem ser estimulados a partir de movimentos de zigzag.

Na estimulação externa, o homem passa (sem penetrar) seu membro por toda a extensão da vulva de sua parceira. Inicialmente a fricção pode causar um pouco de desconforto caso a área não esteja devidamente lubrificada. Nesse caso, deve-se usar saliva.

Naturalmente, tudo deve ser feito com cuidado e delicadeza para que os parceiros não saiam machucados da prática.

Só a cabecinha

tumblr_m8l31cbjKh1qzojqro1_400

Durante a prática completa do Kunyaza, o seguinte é executado: Depois da lubrificação vaginal realizada com as preliminares, o homem introduz seu pênis em movimentos vai-e-volta.

Depois que o pênis do parceiro tiver ficado lubrificado pela vagina molhada da parceira, ele o toma novamente entre as mãos (pode ser entre o dedo indicador e o médio) e mais uma vez retorna à forma simples do Kunyaza, a estimulação externa.

Mais uma vez: não precisa de força, é jeito… Às vezes uma carícia bem de levinho, em que se encosta pouco, pode despertar terremotos e outros tremores de terra; enquanto carinhos muito fortes podem acabar machucando.

Na medida em que a vagina fica mais molhada, o homem repete os mesmos movimentos circulares na abertura dos lábios menores. O próximo passo é estimular, com o mesmo movimento, o clitóris, os pequenos lábios e abertura vaginal.

Nesta hora, o homem continua roçando seu membro do começo do corpo do clitóris (não só na parte externa do clitóris, sabe?) até a margem inferior da abertura da vagina.

tumblr_lru1cxvJXT1qz7ltxo1_500

Depois de estimular esses três pontos, um novo ponto passa a ser estimulado… o períneo! As carícias com a glande do pênis então vão do corpo do clitóris até a região anterior ao ânus.

Estimulação interna

Na estimulação interna, o homem segura seu pênis com as mãos e faz movimentos intravaginais horizontais, verticais e circulares, se preocupando em estimular diretamente as paredes do canal vaginal, o que geralmente ocasiona mais prazer do que a penetração tradicional.

O homem pode tornar o coito ainda mais estimulante alternando penetrações superficiais e profundas, ações que são chamadas respectivamente de gucuga e gucumita em Ruanda.

Tanto durante a estimulação interna quanto externa, o ritmo e a força dos movimentos é lenta e delicada, e aumentam de acordo com o aumento da excitação e da lubrificação das áreas envolvidas.

Líquidos, fluidos e secreções

tumblr_mggvdiBliY1qjpdjdo1_1280

Durante a prática do kunyaza, geralmente a mulher produz e expele uma grande quantia de líquidos, que acaba também lubrificando o pênis do parceiro.

Em Ruanda, o termo usado para urina é inkari, enquanto o líquido secretado durante o kunyaza recebe o nome de amavangigo ou ibinyare. Enquanto o inkari (urina) é descrito como um líquido amarelo, o líquido expelido durante o kunyaza é descrito como uma secreção transparente ou levemente branca.

A consistência e o cheiro também divergem: enquanto a urina é sempre aquosa, com forte cheiro de amônia; o amavangigo pode ser mais espesso e levemente grudento, e geralmente não apresenta odor.

Por causa da grande quantidade de líquido expelido durante o kunyaza, esse tipo de sexo é frequentemente caracterizado pelo evocativo som de alguém batendo na água com as mãos. Esse é o motivo pelo qual o povo de Ruanda usa a expressão “o cão que bebe água” para insinuar esse barulho específico.

Conclusão da tradutora

Como disse no começo do texto, a descrição dessa técnica (que convenhamos deve ser muito mais gostosa na prática do que sendo escrita/lida) faz a gente se atentar para algumas coisas:

– a existência de pontos especialmente erógenos em nossa genitália, que podem ser estimulados tanto por um(a) parceiro(a) ou por nós mesmas;
– que a estimulação constante, rítmica e simultânea de pontos erógenos pode levar a gente a ter orgasmos múltiplos;
– sensibilidade do corpo do clitóris (e não só da partezinha que sai pra fora);
– sensibilidade do começo do canal vaginal e das paredes desse canal vaginal;
– possibilidade da ejaculação feminina;
– importância das preliminares e de se estar bem lubrificada antes da penetração;
– vontade de provar, já!

Naturalmente, não é pra seguir passo a passo como um manual, é só assimilar e aplicar as principais ideias.

O blog Clitóris Livre considera essencial o uso de camisinha. Alguns procedimentos dessa técnica, entretanto, parecem ser melhor executadas sem o uso da mesma.

Assim, a recomendação é que a prática seja realizada por casais que tenham intimidade entre si e que realizam exames frequentes para saber se andam com a saúde sexual em dia. Caso contrário, usem só os dedos… e não se esqueçam de encapar seus meninos!

Fontes

Kunyaza Sex Trick that trigger womans orgasm in five minutes

Já curtiu o Clitóris Livre no Facebook? É só clicar aqui ó.

Anúncios

145 comentários

  1. cleo diz

    Já fiz e aprovei, a ejaculação fem. acontece sim, mais nem sempre, e meu parceiro fica louco de tesão qdo vê o resultado!

    Curtir

  2. Márcia Prado diz

    Kd o parceiro para praticar? Sexo pra mim tem que ser com a pessoa certa e quando esse pessoa surge na nossa vida melhor, pq unir amor e sexo é tudo de bom.

    Curtir

  3. Gilberto Correia diz

    Isso é mais q uma siririca fazer uma deusa ejecular – é um prêmio, e se levar um pouco desse troféu num boca a boca até a rainha e simultaneamente vc gozar, ejaculando na caixa de Pandora é o êxtase.

    Curtir

  4. cleide diz

    Hummmmmmmmm, adorei, muito embora a faça, mas a outra pessoa fazendo deve ser um muster. Ja fiquei excitada só de ler a matéria.

    Curtir

  5. Muito bom o artigo, já tinha praticado algumas dessas técnicas, sem ao menos saber a existência desse teor histórico africano, e sim, é algo prazeroso para os dois lados. Como fiquei curioso em relação a riqueza de conhecimentos que eles passam tendo a agradecer por esse trunfo.

    Curtir

    • Danielle diz

      Então, acho que não encontrou a pessoa certa ainda moço. O sexo deve vim com um pacote, não só uma técnica de satisfação a vocês. Se é parceira, é parceira. Prazer e calma aos dois..

      Curtir

    • Mariza Rocha diz

      Conheco muitas mulheres que saem com homens que não sabem nem o que fazer com tanto fogo…E deixam elas na mão… Não falo só por elas…Sou um exemplo disso e não foi só uma vez…

      Curtir

    • Marta diz

      Meu querido fale isso por vc é pelas parceiras com quem vc se relacionou porque eu ADOROOOOOO fazer sexo amor com meu marido toda hora o dia todo quando estamos em casa

      Curtido por 1 pessoa

    • Anderson Andrade diz

      Mulher não gosta de sexo, vocês conhecem algum caso de estupro onde a mulher é a ativa? Conhecem algum caso de Mulher alisando homens no ônibus? conhecem algum caso de mulher recebendo milhões de nudes no celular? A grande realidade é que mulher não liga mesmo para sexo, porém o usa (com sabedoria ou maldade) para tirar vantagens dos homens. Eu por outro lado conheço mulheres que não transam a anos, e nem por isso estão subindo pelas paredes.

      Curtir

      • isadora diz

        CARA OLHA O LIXO QUE VC TÁ FALANDO
        se vc não vê caso de mulher nessas situações é pq mulheres entendem que estupro é UMA VIOLAÇÃO, que “alisar” alguém no ônibus é UMA VIOLÊNCIA.
        nós podemos sim gostar (e muitos!) de sexo, mas buscamos ter consciencia e sabedoria em relação a nossa sexualidade e principalmente RESPEITOS AOS OUTROS CORPOS.
        não transar ha anos e não estar “subindo pelas paredes” não significa nada.
        não generalize mulheres ou nosso desejo sexual, confundindo com pessoas que são toxicas e por isso tiram vantagens de outros…
        ah e caso nao saiba, tem mulher que nem transa com homem.

        Curtido por 1 pessoa

      • SEM ACREDITAR diz

        Vcs tao lendo oq esse estuprador ta dizendo?
        Quer dizer que o ESTUPRO é o simples fato de GOSTAR de sexo?
        Que passar a mão na bunda de uma estranha é apenas gostar de sexo?

        Curtido por 1 pessoa

      • Daniela Paiva diz

        nossa, como você é babaca.
        estupro não é sexo, é violência! afogar uma pessoa não é natação.
        você acha que mulheres não ligam pra sexo pq deve foder mal pra caramba e elas não se animam com você. mulheres amam sexo, não curtem é dar pra homens doentes como você.

        Curtir

    • moalago diz

      “mulher nem curte sexo”…amigo, telvez asmulheres que vc saiu não tenham curtido o sexo com vc, isso é mais provavel. arrogancia do caralho, falar que mulher não curte sexo haahahahahaha cada uma

      Curtir

    • XXT pwr diz

      A gente curte sexo sim. A gente não curte é homem q não sabe fazer. Não curte homem q acha q mulher não gosta de sexo.
      A maioria das mulheres evitam pq fazem pra agradar, não se permitem sentir, não sabem ou não tem alguém pra ensinar. O sexo fica um coisa entediante, q se espera só acabar.
      O orgasmo da mulher é mais forte q do homem, nós temos fogo maior q vcs, principalmente, no período fértil. Mas somos bloqueadas
      Abra sua mente, busque ouvir a mulher, ter A confiança dela, fazer destravar os traumas, ela se aceitar e se Jogar. Aí cara uma mágica, uma mulher louca na cama.
      Mas vc é capaz disso achando q mulher não gosta de sexo?

      Curtir

  6. Andre diz

    Sempre faço isso, mas minha esposa não aguenta e pede pra meter tudo!!! Aí goza muito mas não ejacula. Vou pedir pra ela ter calma!!!kkkkkkk

    Curtir

  7. Só uma consideração: no começo fala algo como “nada impede de casais homossexuais usem a tecnica” GENTE. É ASSIM QUE AS LÉSBICAS TRANSAM. DESDE SEMPRE. nenhuma surpresa sapatonistica

    Curtido por 1 pessoa

  8. neide diz

    A primeira vez que ejaculei não sabia o que era, achei que fosse xixi. kkk. Mas poucos homens sabem fazer ou tem paciência para isso. Nao sabem o que perdem!!!

    Curtir

  9. neide diz

    É muito bom!!!! Pena que poucos homens saibam sobre esse prazer maravilhoso. Precisam ter mais calma!! Kkk

    Curtir

  10. Há uma prática muito parecida entre homens gays. Ou com a mesma lógica. E mulheres lésbicas já fazem isso. Na verdade acho que todo o sexo lésbico é baseado nessa premissa. A posição da tesoura é basicamente isso. Só que a estimulação dessas mesmas áreas externas pelo próprio órgão sexual externo da parceira.

    Curtir

  11. Rosane Moraes diz

    Gozar, OK.
    O relato do texto é sobre ejaculação femenina.
    Aquelas que em filme pornô vc vê e não acredita acha que é montagem kkkkkkj
    Essa técnica de carícias e pincelamentos é feita mas quero que vcs digam a verdade na hora de gozar quantas já mixou(ejaculou) de estremecer o corpo, ficar levando pequenos choques com um gemido ensurdecedor?????

    Curtir

  12. Vitor diz

    Interessantíssimo. Aparentemente deve ser ainda muito mais prazeroso que um excelente sexo oral com estímulos internos e externos. E o cara que falou que mulher não gosta de sexo só pode ser troll, tenho certeza, por sinal, que a mulher sente ainda mais prazer que o homem durante seu orgasmo múltiplo.

    Curtir

  13. goste do historial como achei interessante algumas coisas que não sabia que era dos tempo dos Reis africanos, algumas coisa é faço com a minha parceira na quilo que acabei de ler, mas tem algumas que não sabia e vou por em pratica pra ver como funciona.

    Curtir

  14. Herica diz

    Muitíssimo produtivo e interessante.Se todos(as) tivessem o costume de buscar conhecimento seríamos realizados(as) sempre sexualmente.👏👏👏👏👏

    Curtir

  15. estimular a parede interna do canal vaginal com o penis ao inves de penetrar num angulo reto é algo que sempre faço e o resultado eh impressionante.
    Fazia tb massagiar os grandes labios com a glande antes da penetracao mas nao demorava tanto, partia logo pra penetracao.. vou fazer mais tempo e variando as regioes como vcs falaram..
    o restante eu realmente desconhecia e vou tentar por em pratica ainda hj rsrs rsrs 😉 boas dicas.

    Curtir

  16. Aninha diz

    Ja vivo essa experiência a 4 anos com meu atual parceiro e é surreal, minha duvida é que vem junto um cheirinho de xixi

    Curtir

    • Creio que esse texto acima deja un trabalho de pesquisa que retrata una parte cultural de um poco de forma única e isolada. Porém, sabemos que existen técnicas milenares, antes de Cristo como o Tantra. Nos dias atuais mais sintonizados com a nossa sociedade em estilo e práticas a MASSAGEM TÂNTRICA. Que é a forma mais forte e mais profunda utilizada na nossa contemporaneidade para realinharmos e desbloquearmos nossos chakras.

      Curtir

  17. Tragam suas vaginas, pênis e ânus para serem devidamente trabalhados, energizados e potencializados nas nossas mais diversas terapias orgástica. Terapeuta Holístico, Tântrico e Redutor de Danos: Dr. Danyel Nagô. 55 (071) 99313-7219 WhatsApp. / 55 (071) 98701-3642 WhatsApp.

    Curtir

  18. Charles diz

    Achei muito interessante o texto e só agrega mais ao que já gosto e pratico. Faço só uma correção, onde você menciona “… a mulher produz e expele uma grande quantia de líquidos…”, o correto é quantidade. Parabéns pelo texto.

    Curtir

  19. Nossa eu já sugeri isso ao meu ex namorado e nem sabia que era uma técnica já conhecida é tão remotamente antiga. Tô boba rs. Já fiz e é EXTREMAMENTE GOSTOSO E DA PRA IR NAS ESTRELAS DE VDD.

    Curtir

  20. adamms diz

    Estou disposto a fazer essa experiência, se alguma mulher tiver interesse deixa um sim como resposta aí

    Curtir

  21. machoalfasorocaba@bol.com.br diz

    Li a matéria e os comentários e fiquei tesudo.Não tenho problemas de ereção mas adoro chupar e lamber demoradamente uma mulher gostosa até o gozo, depois a penetrarei
    Sou pessoa discreta, excelente nível e contato inicial somente pelo e mail acima.

    Quero conhecer solteira fogosa ou casada cujo marido queira ver sua amada transando comigo.
    machoalfasorocaba@bol.com.br
    Tenho excelente nível e contato inicial pelo e mail acima.Quero matar seu tesão

    Curtir

  22. john diz

    Mano, o bagulho é mostrar isso pros homens. Na minha primeira vez eu tava muito nervoso e o que me salvou foi ter visto uns vídeos sobre siririca feitos por mulheres. Mas essa técnica deve ser show demais

    Curtir

  23. Eleandra Machado diz

    Pela Deusa, isso eu já faço a anos e nem sabia que tinha nome e era técnica! Adorei que veio da Africa.

    Curtir

Deixe uma resposta para Eleandra Machado Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s