Relacionamentos e Sexualidade
Comentários 136

Kunyaza – ou a melhor siririca que você vai receber na vida – a técnica africana voltada para o prazer delas

Ilustração que abre a matéria: Carlo Giovani

Kunyaza é uma técnica sexual desenvolvida e praticada principalmente na África Central (em algumas províncias da Ruanda, Congo, no Leste da Uganda e no Leste da Tanzânia) para promover poderosos orgasmos femininos em relações heterosexuais.

Naturalmente não há nada que impeça mulheres homossexuais de praticar a técnica, só que como o Kama Sutra indiano, essa técnica foi desenvolvida (ou transmitida) como sendo uma prática entre homens e mulheres.

Acredito que casais homossexuais femininos podem praticá-la trocando a glande do pênis pelos dedos ou algum outro objeto de estimulação.

As dicas dadas também são preciosas para melhorar a masturbação, já que a técnica foca em alguns pontos principais que se estimulados podem levar sozinha a mulher ao orgasmo. 😉

Wet Sex

tumblr_nhjr610wxB1qipjsvo1_500

A palavra Kunyaza, originária dos povos Rundi da Ruanda, é derivada do verbo kunyaàra que significa tanto 1) fazer xixi, quanto 2) o ato da ejaculação feminina decorrente da prática.

No Kunyaza, a mulher costuma expelir um litro ou mais de líquidos vaginais, motivo pelo qual o termo pode significar também “sexo molhado”. Enquanto em Ruanda e Burundi, a técnica é chamada de Kunyaza; na Uganda ganha o nome de Kachabali.

A técnica é considerada uma prática tradicional da Ruanda, e o folclore popular sugere que ela remonte à Terceira Dinastia, quando uma rainha escolheu um guarda real para ter relações com ela, e este ficando muito nervoso com a “responsabilidade” acabou brochando, mas desenvolveu um método de satisfazê-la: friccionando a glande de seu pênis contra os grandes e pequenos lábios e também no clitóris da rainha.

tumblr_lgtb6v64aM1qap4cco1_1280

Técnica ancestral (e matriarcal)

As informações apresentadas nesse artigo são baseadas em dados coletados a partir de entrevistas com 58 mulheres da África Central realizadas pelo professor N. Bizimana (PHD) além de informações coletadas em seu livro “Le Secret de l’amour à l’Africaine” (Bizimana, 2008).

Segundo o professor Bizimana, o Kunyaza vem de uma longa tradição. Pessoas acima de 70 anos entrevistadas em 1986 pelo professor confirmam que seus avós já usavam a técnica, o que significa que a prática tem no mínimo 150 anos.

No kunyaza, a mulher é a rainha. Ela participa cooperando com seu parceiro escolhendo os estímulos que deseja receber e a intensidade do ritmo que será usado, assim como comunicando ao parceiro quais são as partes de sua vagina que respondem melhor aos estímulos.

tumblr_lyw8t62wMR1r4tl3bo1_500

O Kunyaza pode ser praticado em diferente posições. Os autores indicam a existência de posições tradicionais e modernas, essas últimas destinadas à pessoas das sociedades contemporâneas que são menos atléticas que seus ancestrais.

Como o Kunyaza é praticado?

O kunyaza possui pelo menos dois tipos de estimulação: a externa e a interna. Em ambas, o homem se esforça em estimular simultaneamente diferentes zonas erógenas femininas localizadas na região genital. Lembrando que todo nosso corpo é erógeno e carinhos em outras partes do corpo são mais do que bem vindos.

tumblr_nd3yzccqwq1tmw9vho1_500

Estimulação externa

Durante a prática mais simples do Kunyaza (a externa), o homem fricciona em ritmo contínuo o clitóris com a cabeça do seu membro ereto, o qual ele pode segurar com sua mão ou entre o dedo indicador e médio, movendo na mesma velocidade debaixo para cima ou de um lado para o outro, passando por toda a extensão da vulva.

Eventualmente, ele pode fazer movimentos circulares, tanto no sentido horário quanto anti-horário. O clitóris e os grandes e pequenos lábios também podem ser estimulados a partir de movimentos de zigzag.

Na estimulação externa, o homem passa (sem penetrar) seu membro por toda a extensão da vulva de sua parceira. Inicialmente a fricção pode causar um pouco de desconforto caso a área não esteja devidamente lubrificada. Nesse caso, deve-se usar saliva.

Naturalmente, tudo deve ser feito com cuidado e delicadeza para que os parceiros não saiam machucados da prática.

Só a cabecinha

tumblr_m8l31cbjKh1qzojqro1_400

Durante a prática completa do Kunyaza, o seguinte é executado: Depois da lubrificação vaginal realizada com as preliminares, o homem introduz seu pênis em movimentos vai-e-volta.

Depois que o pênis do parceiro tiver ficado lubrificado pela vagina molhada da parceira, ele o toma novamente entre as mãos (pode ser entre o dedo indicador e o médio) e mais uma vez retorna à forma simples do Kunyaza, a estimulação externa.

Mais uma vez: não precisa de força, é jeito… Às vezes uma carícia bem de levinho, em que se encosta pouco, pode despertar terremotos e outros tremores de terra; enquanto carinhos muito fortes podem acabar machucando.

Na medida em que a vagina fica mais molhada, o homem repete os mesmos movimentos circulares na abertura dos lábios menores. O próximo passo é estimular, com o mesmo movimento, o clitóris, os pequenos lábios e abertura vaginal.

Nesta hora, o homem continua roçando seu membro do começo do corpo do clitóris (não só na parte externa do clitóris, sabe?) até a margem inferior da abertura da vagina.

tumblr_lru1cxvJXT1qz7ltxo1_500

Depois de estimular esses três pontos, um novo ponto passa a ser estimulado… o períneo! As carícias com a glande do pênis então vão do corpo do clitóris até a região anterior ao ânus.

Estimulação interna

Na estimulação interna, o homem segura seu pênis com as mãos e faz movimentos intravaginais horizontais, verticais e circulares, se preocupando em estimular diretamente as paredes do canal vaginal, o que geralmente ocasiona mais prazer do que a penetração tradicional.

O homem pode tornar o coito ainda mais estimulante alternando penetrações superficiais e profundas, ações que são chamadas respectivamente de gucuga e gucumita em Ruanda.

Tanto durante a estimulação interna quanto externa, o ritmo e a força dos movimentos é lenta e delicada, e aumentam de acordo com o aumento da excitação e da lubrificação das áreas envolvidas.

Líquidos, fluidos e secreções

tumblr_mggvdiBliY1qjpdjdo1_1280

Durante a prática do kunyaza, geralmente a mulher produz e expele uma grande quantia de líquidos, que acaba também lubrificando o pênis do parceiro.

Em Ruanda, o termo usado para urina é inkari, enquanto o líquido secretado durante o kunyaza recebe o nome de amavangigo ou ibinyare. Enquanto o inkari (urina) é descrito como um líquido amarelo, o líquido expelido durante o kunyaza é descrito como uma secreção transparente ou levemente branca.

A consistência e o cheiro também divergem: enquanto a urina é sempre aquosa, com forte cheiro de amônia; o amavangigo pode ser mais espesso e levemente grudento, e geralmente não apresenta odor.

Por causa da grande quantidade de líquido expelido durante o kunyaza, esse tipo de sexo é frequentemente caracterizado pelo evocativo som de alguém batendo na água com as mãos. Esse é o motivo pelo qual o povo de Ruanda usa a expressão “o cão que bebe água” para insinuar esse barulho específico.

Conclusão da tradutora

Como disse no começo do texto, a descrição dessa técnica (que convenhamos deve ser muito mais gostosa na prática do que sendo escrita/lida) faz a gente se atentar para algumas coisas:

– a existência de pontos especialmente erógenos em nossa genitália, que podem ser estimulados tanto por um(a) parceiro(a) ou por nós mesmas;
– que a estimulação constante, rítmica e simultânea de pontos erógenos pode levar a gente a ter orgasmos múltiplos;
– sensibilidade do corpo do clitóris (e não só da partezinha que sai pra fora);
– sensibilidade do começo do canal vaginal e das paredes desse canal vaginal;
– possibilidade da ejaculação feminina;
– importância das preliminares e de se estar bem lubrificada antes da penetração;
– vontade de provar, já!

Naturalmente, não é pra seguir passo a passo como um manual, é só assimilar e aplicar as principais ideias.

O blog Clitóris Livre considera essencial o uso de camisinha. Alguns procedimentos dessa técnica, entretanto, parecem ser melhor executadas sem o uso da mesma.

Assim, a recomendação é que a prática seja realizada por casais que tenham intimidade entre si e que realizam exames frequentes para saber se andam com a saúde sexual em dia. Caso contrário, usem só os dedos… e não se esqueçam de encapar seus meninos!

Fontes

Kunyaza Sex Trick that trigger womans orgasm in five minutes

Já curtiu o Clitóris Livre no Facebook? É só clicar aqui ó.

Anúncios

136 comentários

  1. cleo diz

    Já fiz e aprovei, a ejaculação fem. acontece sim, mais nem sempre, e meu parceiro fica louco de tesão qdo vê o resultado!

    Curtir

  2. Márcia Prado diz

    Kd o parceiro para praticar? Sexo pra mim tem que ser com a pessoa certa e quando esse pessoa surge na nossa vida melhor, pq unir amor e sexo é tudo de bom.

    Curtir

  3. Gilberto Correia diz

    Isso é mais q uma siririca fazer uma deusa ejecular – é um prêmio, e se levar um pouco desse troféu num boca a boca até a rainha e simultaneamente vc gozar, ejaculando na caixa de Pandora é o êxtase.

    Curtir

  4. cleide diz

    Hummmmmmmmm, adorei, muito embora a faça, mas a outra pessoa fazendo deve ser um muster. Ja fiquei excitada só de ler a matéria.

    Curtir

  5. Muito bom o artigo, já tinha praticado algumas dessas técnicas, sem ao menos saber a existência desse teor histórico africano, e sim, é algo prazeroso para os dois lados. Como fiquei curioso em relação a riqueza de conhecimentos que eles passam tendo a agradecer por esse trunfo.

    Curtir

    • Danielle diz

      Então, acho que não encontrou a pessoa certa ainda moço. O sexo deve vim com um pacote, não só uma técnica de satisfação a vocês. Se é parceira, é parceira. Prazer e calma aos dois..

      Curtir

    • Mariza Rocha diz

      Conheco muitas mulheres que saem com homens que não sabem nem o que fazer com tanto fogo…E deixam elas na mão… Não falo só por elas…Sou um exemplo disso e não foi só uma vez…

      Curtir

    • Marta diz

      Meu querido fale isso por vc é pelas parceiras com quem vc se relacionou porque eu ADOROOOOOO fazer sexo amor com meu marido toda hora o dia todo quando estamos em casa

      Curtido por 1 pessoa

    • Anderson Andrade diz

      Mulher não gosta de sexo, vocês conhecem algum caso de estupro onde a mulher é a ativa? Conhecem algum caso de Mulher alisando homens no ônibus? conhecem algum caso de mulher recebendo milhões de nudes no celular? A grande realidade é que mulher não liga mesmo para sexo, porém o usa (com sabedoria ou maldade) para tirar vantagens dos homens. Eu por outro lado conheço mulheres que não transam a anos, e nem por isso estão subindo pelas paredes.

      Curtir

      • isadora diz

        CARA OLHA O LIXO QUE VC TÁ FALANDO
        se vc não vê caso de mulher nessas situações é pq mulheres entendem que estupro é UMA VIOLAÇÃO, que “alisar” alguém no ônibus é UMA VIOLÊNCIA.
        nós podemos sim gostar (e muitos!) de sexo, mas buscamos ter consciencia e sabedoria em relação a nossa sexualidade e principalmente RESPEITOS AOS OUTROS CORPOS.
        não transar ha anos e não estar “subindo pelas paredes” não significa nada.
        não generalize mulheres ou nosso desejo sexual, confundindo com pessoas que são toxicas e por isso tiram vantagens de outros…
        ah e caso nao saiba, tem mulher que nem transa com homem.

        Curtido por 1 pessoa

      • SEM ACREDITAR diz

        Vcs tao lendo oq esse estuprador ta dizendo?
        Quer dizer que o ESTUPRO é o simples fato de GOSTAR de sexo?
        Que passar a mão na bunda de uma estranha é apenas gostar de sexo?

        Curtido por 1 pessoa

    • moalago diz

      “mulher nem curte sexo”…amigo, telvez asmulheres que vc saiu não tenham curtido o sexo com vc, isso é mais provavel. arrogancia do caralho, falar que mulher não curte sexo haahahahahaha cada uma

      Curtir

  6. Andre diz

    Sempre faço isso, mas minha esposa não aguenta e pede pra meter tudo!!! Aí goza muito mas não ejacula. Vou pedir pra ela ter calma!!!kkkkkkk

    Curtir

  7. Só uma consideração: no começo fala algo como “nada impede de casais homossexuais usem a tecnica” GENTE. É ASSIM QUE AS LÉSBICAS TRANSAM. DESDE SEMPRE. nenhuma surpresa sapatonistica

    Curtido por 1 pessoa

  8. neide diz

    A primeira vez que ejaculei não sabia o que era, achei que fosse xixi. kkk. Mas poucos homens sabem fazer ou tem paciência para isso. Nao sabem o que perdem!!!

    Curtir

  9. neide diz

    É muito bom!!!! Pena que poucos homens saibam sobre esse prazer maravilhoso. Precisam ter mais calma!! Kkk

    Curtir

  10. Há uma prática muito parecida entre homens gays. Ou com a mesma lógica. E mulheres lésbicas já fazem isso. Na verdade acho que todo o sexo lésbico é baseado nessa premissa. A posição da tesoura é basicamente isso. Só que a estimulação dessas mesmas áreas externas pelo próprio órgão sexual externo da parceira.

    Curtir

  11. Rosane Moraes diz

    Gozar, OK.
    O relato do texto é sobre ejaculação femenina.
    Aquelas que em filme pornô vc vê e não acredita acha que é montagem kkkkkkj
    Essa técnica de carícias e pincelamentos é feita mas quero que vcs digam a verdade na hora de gozar quantas já mixou(ejaculou) de estremecer o corpo, ficar levando pequenos choques com um gemido ensurdecedor?????

    Curtir

  12. Vitor diz

    Interessantíssimo. Aparentemente deve ser ainda muito mais prazeroso que um excelente sexo oral com estímulos internos e externos. E o cara que falou que mulher não gosta de sexo só pode ser troll, tenho certeza, por sinal, que a mulher sente ainda mais prazer que o homem durante seu orgasmo múltiplo.

    Curtir

  13. goste do historial como achei interessante algumas coisas que não sabia que era dos tempo dos Reis africanos, algumas coisa é faço com a minha parceira na quilo que acabei de ler, mas tem algumas que não sabia e vou por em pratica pra ver como funciona.

    Curtir

  14. Herica diz

    Muitíssimo produtivo e interessante.Se todos(as) tivessem o costume de buscar conhecimento seríamos realizados(as) sempre sexualmente.👏👏👏👏👏

    Curtir

  15. estimular a parede interna do canal vaginal com o penis ao inves de penetrar num angulo reto é algo que sempre faço e o resultado eh impressionante.
    Fazia tb massagiar os grandes labios com a glande antes da penetracao mas nao demorava tanto, partia logo pra penetracao.. vou fazer mais tempo e variando as regioes como vcs falaram..
    o restante eu realmente desconhecia e vou tentar por em pratica ainda hj rsrs rsrs 😉 boas dicas.

    Curtir

  16. Aninha diz

    Ja vivo essa experiência a 4 anos com meu atual parceiro e é surreal, minha duvida é que vem junto um cheirinho de xixi

    Curtir

    • Creio que esse texto acima deja un trabalho de pesquisa que retrata una parte cultural de um poco de forma única e isolada. Porém, sabemos que existen técnicas milenares, antes de Cristo como o Tantra. Nos dias atuais mais sintonizados com a nossa sociedade em estilo e práticas a MASSAGEM TÂNTRICA. Que é a forma mais forte e mais profunda utilizada na nossa contemporaneidade para realinharmos e desbloquearmos nossos chakras.

      Curtir

  17. Tragam suas vaginas, pênis e ânus para serem devidamente trabalhados, energizados e potencializados nas nossas mais diversas terapias orgástica. Terapeuta Holístico, Tântrico e Redutor de Danos: Dr. Danyel Nagô. 55 (071) 99313-7219 WhatsApp. / 55 (071) 98701-3642 WhatsApp.

    Curtir

  18. Charles diz

    Achei muito interessante o texto e só agrega mais ao que já gosto e pratico. Faço só uma correção, onde você menciona “… a mulher produz e expele uma grande quantia de líquidos…”, o correto é quantidade. Parabéns pelo texto.

    Curtir

  19. Nossa eu já sugeri isso ao meu ex namorado e nem sabia que era uma técnica já conhecida é tão remotamente antiga. Tô boba rs. Já fiz e é EXTREMAMENTE GOSTOSO E DA PRA IR NAS ESTRELAS DE VDD.

    Curtir

  20. adamms diz

    Estou disposto a fazer essa experiência, se alguma mulher tiver interesse deixa um sim como resposta aí

    Curtir

  21. machoalfasorocaba@bol.com.br diz

    Li a matéria e os comentários e fiquei tesudo.Não tenho problemas de ereção mas adoro chupar e lamber demoradamente uma mulher gostosa até o gozo, depois a penetrarei
    Sou pessoa discreta, excelente nível e contato inicial somente pelo e mail acima.

    Quero conhecer solteira fogosa ou casada cujo marido queira ver sua amada transando comigo.
    machoalfasorocaba@bol.com.br
    Tenho excelente nível e contato inicial pelo e mail acima.Quero matar seu tesão

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s