Relacionamentos e Sexualidade
Comentários 7

Estamos sexualmente mais livres, mas não necessariamente mais satisfeitas

Vira e mexe alguma amiga compartilha no Facebook uma pesquisa estilo “um a cada três homens tem nojo de perereca/dois a cada três não gostam de fazer oral”, um meme que diz “não finja orgasmo, deixe o cara saber que fode mal”, ou algo do tipo.

Por um lado, é um sinal que a mulher está cada vez mais interessada em seu próprio prazer e não está mais apenas disposta a servir, o que é ótimo. Depois de séculos de subjugação, caminhamos enfim para a nossa tão sonhada liberdade sexual.

Além do longo histórico de auto-centramento (para não dizer egoísmo) masculino no que diz respeito ao sexo, o que explica em parte o desempenho marromenos que os homens parecem estar apresentando, arrisco outro palpite do por quê em geral as pessoas no geral não estão muito satisfeitas sexualmente.

Para construir um bom sexo entre um casal (ou para descobrir suas preferências sexuais ou o que for) é preciso entrega, intimidade, respeito, carinho e amor; é preciso um interesse sincero na outra pessoa e em seu prazer e bem-estar.

Sarah Anne Johnson l Wonderlust serie

Sarah Anne Johnson l Wonderlust serie

Homens masturbam-se desde muito novos (não recebem nenhuma reprimenda social por isso) e desde cedo aprendem a ejacular. Para a mulher as coisas não são tão simples: a masturbação feminina segue sendo um grande tabu (“tira a mão da perereca, menina!”).

Assim sendo, muitas vezes a menina é tolhida de descobrir plenamente sua sexualidade sozinha. Outras tantas, ela até aprende a ter prazer sozinha, mas apenas muito raramente consegue gozar com o companheiro… Principalmente se esse vier mental e fisicamente equipado com a crença histórica – tão reforçada pela indústria pornográfica – de que o sexo é destinado ao bel-prazer masculino e que o objetivo final da dança é a sua ejaculação.

Sarah Anne Johnson l Wonderlust serie

Sarah Anne Johnson l Wonderlust serie

Voltando ao ponto, acredito que um dos motivos que impedem a vivência sexual plena é a superficialidade de nossas relações afetivas.

Naturalmente, exponho um posicionamento pessoal e subjetivo, que expressa o que acredito e não uma verdade universal. Cada um tem uma forma de lidar com isso, mas acredito que o sexo é além de tudo uma prática espiritual; uma força poderosa que mobiliza intensa troca de energia, algo que é tanto capaz de carregar seu períspirito de vibrações negativas (quando é feito com egoísmo, de maneira fútil) quanto limpar e alinhar todos os chackras (quando é feito com amor).

Sarah Anne Johnson l Wonderlust serie

Sarah Anne Johnson l Wonderlust serie

Cada dia mais me encanto e me curvo perante o sagrado feminino ao perceber-me e perceber-nos deusas. Sangramos mensalmente e não morremos. Ao menstruar, nos tornamos um com o universo e ficamos ainda mais sensitivas do que já naturalmente somos… Carregamos em nós a força criadora. Com nosso suor, nosso leite e nosso sangue geramos, parimos e nutrimos tudo que há.

Somos, sim, bruxas, deusas, forças da natureza. Temos em nós a deliciosa potência dos orgasmos múltiplos. Infinitos caminhos de milhões de terminações nervosas. Um corpo todo erógeno, do couro cabeludo, ao lóbulo das orelhas, às pontas dos pés.

Sarah Anne Johnson l Wonderlust serie

Sarah Anne Johnson l Wonderlust serie

Para finalizar, se tiver algum homem que tenha lido até aqui, fica a dica: ame sua mina como a verdadeira deusa que ela é. Saiba que nosso corpo (acredito que o de vocês também) é um território que oferece inúmeras possibilidades. Desconstrua as verdades que você ergueu vendo pornô, tanto sobre o que é o corpo de uma mulher quanto sobre como se brinca, quanto tempo dura, em qual velocidade vamos, etc.

Para as meninas desejo o mesmo que desejo para mim… Auto-conhecimento, amor-próprio, autonomia! À dois: consentimento, diálogo, transparência, liberdade, honestidade de sentimentos, fala e ação. (Camisinha sempre!) Como diz aquela velha frase: “Onde não puderes amar, não te demores”.

Sozinha ou bem acompanhada, você nasceu pra ser feliz!

[Exceto a xilogravura que abre o post, do inglês Eric Gill, todas as outras fotografias/imagens que ilustram esse texto são da artista canadense Sarah Anne Johnson, conheça mais de seu trabalho aqui]

Anúncios

7 comentários

  1. Belas palavras. Um verdadeiro beijo. Diria, fluência, a naturalidade que precisa ser descoberta. Re-construção feita entre dois. E os medos de tudo o imaginável, certamente, superáveis. É o ponto de partida nessa viagem da energia. Mais importante? Conhecer o próprio objetivo na experiência de prazer e troca. Sim, porque ele pode ser modificado sempre que quiser… Outro beijo pra vc, das letras que tocam.

    Curtir

  2. Anselmo diz

    Adorei o texto, muito bom para a desconstrução de um ato sexual egocêntrico. Agradeço de coração pelo texto.

    Curtir

  3. helene camille diz

    Adorei o texto. Parabéns, também penso esses aspectos, principalmente por ter sido educada para ser esposa e tão somente isso. Hoje, vivo um horizonte tão amplo que, as vezes, me falta o ar e fico tonta sem saber que direção seguir, mas sabendo que posso seguir qualquer uma delas. Sempre achei que era um bicho estranho em meio a meu meio, hoje sei que espiritualmente já me predispunha contrária aquele sistema de educação moral e social. Enfim, a vida é muito bela para nos fixarmos em miasmas sombrios que nos diminuem como indivíduo.

    Curtir

  4. uma verdade que a religião insiste em negar: o segredo da vida está no corpo da mulher… do ponto de vista da evolução, o homem é só um acessório !!!!!

    Curtir

  5. Santo diz

    Ótimo, cada vez mais as mulheres devem falar de seus sentimentos, desejos e cuidados com seus corpos e proncipalmente sua sexualidade, tenho essa abertura com minha mina😂🙏😘!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s