bem estar
Comentários 8

menos internet, mais vida real

prazeres esquecidos pra se resgatar enquanto se está longe do facebook

encontrar as amigas
aprender a dançar o passinho
escrever sem ser julgada
treinar uma nova posição de yoga
ler uns bons capítulos de um livro muito bom todo dia
ir no cinema
meditar com amigos e ter boas conversar depois
ajudar no terreiro
aprender uma receita nova
doce, salgada e crudívora (nham!)
cozinhar pra mim e pra quem eu gosto
tomar suco verde
fazer sexo
sair pra dançar
germinar umas sementes
– plantar uma árvore ia ser doido,
mas se pá é revolucionário demais pra ela ainda –
dar rolê com um grupo que se reúna semanalmente pra fazer uma coisa bem estranha
dançar butô com os anarquistas
declamar poesia alto no metrô
ir em festa de gente vegana
e também roda de samba com fartura de cerveja e churrasco
sentar em boteco sujo escuro e cheio de gente
pra falar das tristezas da vida e conspirar revolução
beijar na boca enquanto se faz amor
saber que passa, mas não ter medo de paixão
entender o coração com amor antigo
compreender que certas coisas são eternas
e que ao mesmo tempo passam
e por incrível que pareça
nem por isso são menores ou contraditórias
beber vinho
dançar sem roupa
chegar em casa com o dia alto
pra saber o valor que tem a primeira manhã
acordar cedo e batalhar o pão
andar de bicicleta
ter a chance de visitar uma cachoeira e um mato de vez em quando pra lavar os ombros tensos de serviço mas ao mesmo tempo relaxados de vida vivida com gosto
pedir perdão à família pelo sumiço
assumir quem se é perante todos
valorizar que dentro de mim
existe uma inteligência superior
dar a ela canais de expressão e poesia
e a mim, oportunidades de contato com ela
fazer silêncio como quem ama
sozinho, a dois, à três, em grupo
aprender novas formas de amar
e também a fazer barulho junto
ajudar que o barulho aconteça
e que o barril de pólvora exploda no mundo!

IMG_8369-001

Anúncios

8 comentários

  1. Maria Júlia diz

    É disso que todas as pessoas precisam. Viver mais a realidade, são poucas as pessoas assim.

    Curtir

  2. Oi, e ai tudo bem? Me deparei de novo com esse text-poema e eu queria guardar ele mas queria anotar o nome de quem escreveu. Imagino que foi você “Clitóris-Livre” mas queria guardar o nome da autora. Pode ser? (qualquer coisa me envia por e-mail)
    🙂
    Abraços!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s